Projeto Bola Pra Frente

07/11/2011 15:17

 

Projeto de inclusão social pelo esporte “BOLA PRA FRENTE”

 

Estamos às portas de uma copa do mundo, momento ímpar na vida esportiva brasileira onde o aporte financeiro beira a casa de bilhões em investimentos. Uma parcela significativa destes investimentos será aplicada no RS, possibilitando uma gama de oportunidades de trabalho para quem estiver devidamente capacitado.

Pensando neste leque de opções, a AGAP/RS, entidade sem fins lucrativos, buscou a parceria da FGF para, juntos, iniciarem o projeto “BOLA PRA FRENTE”, que tem como objetivo criar oportunidades de trabalho a ex-atletas e profissionais ligados ao futebol, em diversos núcleos infanto-juvenis, visando à inclusão social através do esporte.

É fundamental para o sucesso deste programa que clubes e entidades ligadas ao futebol profissional integrem-se a nossa proposta, oportunizando espaços em seus estádios ou eventos esportivos para que possamos angariar recursos que serão revertidos em salários, auxilio saúde, cestos básicos para nossos ex-atletas instrutores, bem como bolsas de estudo, cursos profissionalizantes que capacitem e qualifiquem nossos antigos profissionais da bola e aos jovens oriundos destes núcleos.

Desta forma, a participação da iniciativa privada é fundamental, fomentando recursos para que tais ações possam ser realizadas com sucesso. A empresa apoiadora terá garantido espaço em todas as manifestações externas da AGAP/RS-FGF, bem como espaço publicitário nos estádios de futebol, eventos esportivos, além de citações em programas de rádio e TV.

O presidente da AGAP/RS Demétrios Tafras acredita que o projeto valoriza aqueles que lutaram bravamente nos campos do Brasil e do mundo, protagonizando momentos de genialidade que encheram nossas vidas, sem esquecer da formação da nova geração e do combate às drogas.

"Temos a convicção de que, com este projeto, estaremos valorizando nosso passado esportivo e seus heróis que lutaram bravamente nos campos do Brasil e do mundo, protagonizando momentos de genialidade que encheram nossas vidas. Por outro lado, voltamos nossos olhos para o futuro, criando estes núcleos esportivos que servirão de armas na formação da nova geração de cidadãos livres e no combate às drogas”, revelou o presidente Demétrio Tafras.